Páginas

domingo, 13 de maio de 2012

Resenha: Quarto de Emma Donoghue

O que dizer desse livro? Maravilhoso. Original. Encantador. Fabuloso. Adorável. Esse é um livro surpreendente. O tipo de leitura incomum - os personagens, o enredo e a forma como a história é narrada é impressionante. Me lembrou O menino do pijama listrado de John Boyne, por contar acontecimentos  - para dizer o mínimo cruel -  sob a perspectiva de uma criança.


Quarto conta uma história de abuso, violência e privação. A mãe de Jack foi sequestrada e mantida em cativeiro por anos a fio sendo violentada. Jack é fruto desta violência. Nasceu no pequeno quarto em que sua mãe é prisioneira e esse é todo o mundo que o garoto conhece. Para Jack não existe nada além daquelas quatro paredes. 
Essa mãe cria todo um mundo de amor para Jack - para que ele possa viver e crescer saudável. Seu desejo é que o filho seja feliz, mas felicidade só existe fora do quarto. Com um plano engenhoso, a mãe consegue armar a foga do quarto em que Jack é o heroi da fuga - bastante contra a vontade. A narrativa é muito impressionante, principalmente a partir da fuga: a mãe tem de se re-adaptar a liberdade, mas para Jack é tudo novo. O mundo para Jack era o quarto - fora dele Jack tem dificuldade para se adaptar. Chegamos ao ponto de algumas vezes ter vontade de gritar com Jack, tamanha a agonia que sentimos pela dificuldade dele em entender o mundo fora do quarto. Uma história primorosa. E uma escrita envolvente. Vale muito a leitura do livro!


Título: Quarto
Autora: Emma Donoghue
Tradução de: Room
Tradutora: Vera Ribeiro
Editora: Verus
Edição: 2011
ISBN 978-85-7686-131-7
Sinopse:
Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la. O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

Book Trailer:


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário