Páginas

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Capas irresistíveis #1

Tem um ditado que diz "não julgue um livro pela capa". Mas como não? Entendo que esse ditado, como tantos outros, se refere a outras coisas que não livros, mas como não comprar um livro pela capa. Que atire a primeira pedra quem nunca fez isso? Eu faço. E com frequência. Algumas vezes dou uma sorte danada: a capa é maravilhosa e o texto melhor ainda, em outras... bem fazer o quê né?! Não dá para acertar sempre. 
Além disso, a função da capa é de sedução mesmo. Óbvio que ela tem de ter relação com a história, mas especialmente tem de ser sedutora para o leitor - para que ele possa comprar o livro. Essa 'sedução' justifica alguns dos nossos enganos. Mas tem capas que são tão, tão, como dizer?.... irresistíveis - dá vontade de colocar o livro eternamente em uma vitrine, ou enquadrar a capa ou mostrar para todo mundo: 'Olha que legal!' 'Não é bonita?' 'Ah que capa interessante!'

É por este fascínio, que de vez enquando vão rolar por aqui umas capas irresistíveis. A capa irresistível de estreia é  do livro A paixão de Jeanette Winterson publicado em 2008 pela Editora Record (infelizmente não encontrei na edição a identificação do design de capa).




Essa foi uma obra que comprei justamente pela capa - irresistível! Li e a história não me cativou. Tem pontos interessantes como a descrição de Veneza, mas no mais não foi um livro que gostei. Mas a capa, ah que capa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário